Camilo ressalta favoritismo do Cuiabá contra o Operário e avisa: "Não sou camisa 10"

O volante Camilo comentou sobre a vantagem do Cuiabá na final do Mato-grossense, após vitória por 2 a 1 diante do Operário, no último domingo, e prometeu "muita vontade" no jogo decisivo em busca do título estadual

Ir com a vantagem é sempre muito importante, mas o time não pode se acomodar com isso. Tem que voltar para o segundo jogo concentrado e ir em busca de mais uma vitória. Vamos com muita vontade para conquistar esse primeiro título da temporada - disse o camisa 10.

Camilo não negou o favoritismo do Cuiabá, principalmente considerando a participação do clube na elite do futebol nacional e o investimento do clube.

Realmente o Cuiabá é o favorito, time que está na Série A [do Brasileiro], que tem maior investimento. A expectativa é muito grande, ser campeão é sempre bom.

O atleta de 22 anos, que é volante de origem, chegou a cogitar que assumiria a camisa 10 do Cuiabá para atuar como um meia de criação após a saída de Élvis para o Goiás. Eles está vestindo a numeração, mas mudou de opinião e admitiu que sua maior característica é a marcação.

Não precisa se prender ao número da camisa, como não é fixo, alguém tem que usar a 10. A minha característica é de mais marcação, com chegada no ataque. Não sou um camisa 10 que dá as assistências, gosto mais de participar na marcação, com bastante intensidade - concluiu.

Camilo pode conquistar o primeiro título de sua carreira no próximo domingo, quando o Cuiabá enfrenta o Operário pela segunda final do Mato-grossense. O Dourado tem a vantagem do empate para faturar a décima taça estadual de sua história.