Carmona revela ansiedade para rodada final, mas quer time paciente contra o Atlético-GO

O Paysandu vem de uma empolgante sequência de vitórias, que possibilitaram que chegasse à última rodada da Série B com chances de fugir do rebaixamento. Porém a equipe não depende apenas de si para isso. Além de ter que vencer o Atlético-GO no próximo sábado, terá que contar com um tropeço de pelo menos um dos outros três concorrentes ao descenso: Criciúma, Oeste e CRB.

A ansiedade tem comado conta de alguns jogadores do Papão. Entre eles está o meia Pedro Carmona, que reforçou a necessidade do time fazer a sua parte diante do Dragão antes de aguardar os resultados dos demais confrontos.

– Quero que chegue o jogo logo pra ver o que vai acontecer. Esquecer os outros resultados e fazer nossa parte. Dos quatro jogos alguém vai vacilar e que não seja a gente – argumentou.

Apesar da ansiedade pré-jogo, o camisa 20 do Paysandu ressaltou que é importante ser paciente durante o jogo. O clube goiano também buscará a vitória, já que ainda tem chances de terminar a competição dentro do G-4.

– O estádio deve estar lotado e a pressa deles por um gol vai ser grande. Não podemos transformar essa necessidade de fazer um gol em desorganização. Temos que ter paciência e saber jogar de forma segura – avaliou Pedro Carmona.

A partida entre Papão e Atlético-GO será no sábado, a partir das 17h (de Brasília, 16h no horário de Belém), no Estádio da Curuzu. Criciúma, Oeste e CRB jogam no mesmo horário contra Sampaio Corrêa, Boa Esporte e Figueirense, respectivamente.